Olha que interessante que encotrei. Prática de judô ajuda a aumentar a inteligência dos atletas.

quarta-feira, 23 de março de 2011.
A matéria abaixo, de setembro de 2008, foi retirada do site do Globo Reporter e seu vídeo pode ser assistido aqui mesmo neste site.

O treino é pesado. Medalha de bronze nas Olimpíadas de Atenas, o judoca Leandro Guilheiro agora se prepara para as Olimpíadas de Pequim. O judô, para ele, é uma filosofia de vida. “Mentalmente você melhora o foco, a atenção, você começa a se planejar melhor, a ter objetivos, metas”, conta ele.

Agora, uma pesquisa revelou: os judocas não ganham só massa muscular com o esporte; ganham, também, mais massa cinzenta. “Falar que aumenta a massa cinzenta é novidade, é curioso para mim”, diz Leandro.

O judô exige muito de ossos e músculos. Mas também daquele que coordena, com habilidade, todos os movimentos: o cérebro. A pesquisa mostrou que os judocas tem mais massa cinzenta em áreas importantes. Que controlam a concentração, a localização no espaço e também a memória.

Wantuir Jacini, o professor da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) que fez a pesquisa tem uma explicação para o resultado: É uma resposta do cérebro à infinidade de estímulos que os judocas tem no tatame. Equilíbrio, força, atenção nos movimentos do adversário. “Isso tudo, esta grande variação, este grande leque de possibilidades é que faz com que ocorra uma melhor aprendizagem motora”, explica ele.

Convidamos leandro para um teste de memória com a psicóloga Silvia Bolognani, do Departamento de Psicobiologia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). É um teste de memorazição usado no mundo todo. Silvia convida Leandro a repetir histórias e sequências de palavras.

E Leandro começa a mostrar que tem, mesmo, excelente memória. O teste dura meia hora e ao final: “O que a gente vê aqui é que não só você aprendeu consistentemente a lista, você conseguiu rete-la depois da interferencia, e depois da passagem do tempo. Isso aqui pode considerar um excelente resultado. Parabéns”, comenta Silvia Bolognani.

Leandro, que faz judô desde os cinco anos, descobriu, no esporte, um aliado pra toda a vida. “Todo mundo tem os seus demônios, as suas dificuldades e eu acho que quem consegue lidar melhor com as coisas do dia-a-dia, enfim, consigo mesmo, eu acho que é o cara que se torna o campeão mesmo”, completa ele.




Fonte: Globo Reporter

Divulgação Judô Família Fontes
Ricardo Fontes

O Judô Família Fontes é patrocinado por:

1 Comentário:

Henrique disse...

Muito interessante mesmo !
O Judô poderia ser esporte obrigatório no ensino fundamental. ;)
Seria um reforço nos estudos, já que a matéria mostrou que ajuda na concentração e memorização, sem falar nos outros ganhos com a prática do judô, como por exemplo, respeito, disciplina, hierarquia, força, etc.
Abraços,
Henrique W.

Postar um comentário

 
Melhor Site de Estudo Bíblico